Rail Simulator

Rail Simulator

Curso acelerado para aprender a dirigir trens

Você já dirigiu todo tipo de carros e caminhões. Também fez corridas de motos, pedalou e percorreu as estradas da França e até pegou as ondas com a sua prancha virtual. Quer experimentar com outro tipo de veículo? Que tal um trem? Ler descrição completa

PRÓS

  • Gráficos espetaculares
  • Efeitos sonoros
  • Simulador original

CONTRAS

  • Controle um pouco complexo
  • Apenas um circuito para teste

Muito bom
8

Você já dirigiu todo tipo de carros e caminhões. Também fez corridas de motos, pedalou e percorreu as estradas da França e até pegou as ondas com a sua prancha virtual. Quer experimentar com outro tipo de veículo? Que tal um trem?

O Rail Simulator coloca você na cabine de um trem. A variedade de modelos que traz o jogo é impressionante e todos são muito fieis à realidade. Você deverá comandar a máquina e controlar todos os detalhes para realizar cada uma das missões encarregadas. No Rail Simulator há locomotivas diesel, elétricas e à vapor.

Gráficos e áudio

Transporte passageiros e mercadorias no horário previsto. Dirigir o trem e aprender todos os mecanismos que intervêm no Rail Simulator leva um pouco de tempo. Com a prática, você consegue aprender as técnicas necessárias movimentar a locomotiva e os vagões sobre os trilhos.

O trabalho gráfico desenvolvido pelos autores do Rail Simulator é espetacular. A riqueza de detalhes é tão grande que você sente que está dentro do trem. Utilize as teclas de 1 a 8 para visualizar o comboio de diferentes ângulos. Os efeitos sonoros do jogo também ajudam a recriar o ambiente perfeito.

Um simulador diferente de altíssima qualidade. O Rail Simulator é o programa perfeito para a galera que ama os trens.

Rail Simulator

Download

Rail Simulator

— Opinião usuários — sobre Rail Simulator

  • igorfranklin

    por igorfranklin

    "igor franklin"

    eu sempre quis jogar mas eu ja instalei com osistema de xp evista e desta ves nao deu ta uma merda eu sempre quis eu to ... Mais.

    escrito em 26 de janeiro de 2012